Investimentos

3 investimentos para aposentadoria

Com o atual momento da economia, as mudanças constantes no INSS – Instituto Nacional de Seguridade Social e uma reforma pronta para ser aprovada, as regras tendem a mudar.

 

Para algumas pessoas pode ficar mais difícil se aposentar e com isso é mais que necessário um planejamento para que não tenha que ficar na fila do sistema público de seguridade.

3 investimentos para aposentadoria

 

Por isso traremos 3 alternativas de investimentos para aposentadoria para você que tem preocupação com seu futuro.

 

Confira!

1. Tesouro Direto

 

O Tesouro Direto tem títulos perfeitos para quem quer investir a longo prazo, como a aposentadoria, pois são títulos com vencimentos bem alongados. Permitindo assim que você possa investir de uma vez ou ir comprando parte desses títulos aos poucos.

 

Com isso, você planeja seus ganhos futuros, pensando na sua aposentadoria. Pensar em questões como com quantos anos pretende se aposentar, por mais quantos anos pretende continuar recebendo essa aposentadoria. E por fim o valor que deseja receber no futuro.

 

Esses títulos do governo são indexados ao IPCA (inflação), ou seja, eles pagam uma taxa fixa mais a inflação do período. Hoje esses títulos são divididos em duas categorias, principal (com pagamento no final apenas) e com juros semestrais onde os juros acumulados são pagos duas vezes ao ano.

 

Lembrando que esse tipo de investimento tem cobrança de Imposto de Renda (IR), segue a tabela regressiva e é cobrado sobre o resgate.

2. LCI e LCA

 

Esses produtos de renda fixa são ótimos investimentos para aposentadoria, pois são para longo prazo, possuem vencimento mais longos e ainda tem um adendo muito satisfatório. Possuem isenção de Imposto de Renda, que os torna ainda mais atrativos e tem proteção do FGC – Fundo Garantidor de Crédito.

 

O ponto negativo desses títulos é que eles têm valor mais alto para aportes mínimos, o que pode torná-los não tão acessíveis para todos os públicos.

3. Previdência Privada

 

A última dica desse artigo é uma das mais conhecidas do mercado, a previdência privada, que antes era um campo onde os bancos dominavam.

 

Mas agora com o passar do tempo e a evolução das corretoras, o número de fundos dessa categoria aumentou, melhorando as condições para entrada.

 

Assim como os fundos de investimentos os de previdência também são muitos, segue dois tipos de padrões, o Plano Gerador de Benefício Livre (PGBL) e o Vida Gerador de Benefício Livre (VGBL).

 

O PGBL é indicado para as pessoas que optam pela declaração do Imposto de Renda no modelo completo, onde é permitido abater até 12% da base de cálculo do IR da renda bruta anual tributável.

 

O VGBL, a tributação é sobre o ganho de capital e não tem a opção de dedução fiscal sobre o valor aplicado como no PGBL. Por isso, ele é mais indicado para quem faz a declaração simplificada do IR que tem desconto padrão de 20%.

 

E qual opção escolher para se investir e ficar tranquilo com seu futuro? 

Isso terá que ser planejado baseando suas expectativas de futuro, juntamente com seus objetivos e metas.

 

Se curtiu, compartilhe para ajudar outros que querem conhecer os investimentos para aposentadoria. Aproveite e assine nossa newsletter para ficar por dentro de tudo.

 

Set investimestimentos invista em fundos